26 de nov de 2010

Guerra no Rio, a verdade !

Os "homi" e o Piranha !

Hoje de manhã escutava o programa Faixa Livre (recomendo que ouçam, é muito bom!) E um artigo, sobre a violência aqui no Rio, foi lido. E o mais interessante, foi escrito antes dessa confusão toda acontecer. E um chutaço no saco de muitos poderosos! Ei-lo:

A Guerra do Rio – A farsa e a geopolítica do crime
José Cláudio Souza Alves - 25/11/2010
Nós que sabemos que o “inimigo é outro”, na expressão padilhesca (Padilha, diretor do Tropa de Elite), não podemos acreditar na farsa que a mídia e a estrutura de poder dominante no Rio querem nos empurrar.
Achar que as várias operações criminosas que vem se abatendo sobre a Região Metropolitana nos últimos dias, fazem parte de uma guerra entre o bem, representado pelas forças públicas de segurança, e o mal, personificado pelos traficantes, é ignorar que nem mesmo a ficção do Tropa de Elite 2 consegue sustentar tal versão.
O processo de reconfiguração da geopolítica do crime no Rio de Janeiro vem ocorrendo nos últimos 5 anos.
De um lado Milícias, aliadas a uma das facções criminosas, do outro a facção criminosa que agora reage à perda da hegemonia.
Exemplifico. Em Vigário Geral a polícia sempre atuou matando membros de uma facção criminosa e, assim, favorecendo a invasão da facção rival de Parada de Lucas. Há 4 anos, o mesmo processo se deu. Unificadas, as duas favelas se pacificaram pela ausência de disputas. Posteriormente, o líder da facção hegemônica foi assassinado pela Milícia. Hoje, a Milícia aluga as duas favelas para a facção criminosa hegemônica.
Processos semelhantes a estes foram ocorrendo em várias favelas. Sabemos que as milícias não interromperam o tráfico de drogas, apenas o incluíram na listas dos seus negócios juntamente com gato net, transporte clandestino, distribuição de terras, venda de bujões de gás, venda de voto e venda de “segurança”.
Sabemos igualmente que as UPPs não terminaram com o tráfico e sim com os conflitos. O tráfico passa a ser operado por outros grupos: milicianos, facção hegemônica ou mesmo a facção que agora tenta impedir sua derrocada, dependendo dos acordos.
Estes acordos passam por miríades de variáveis: grupos políticos hegemônica na comunidade, acordos com associações de moradores, voto, montante de dinheiro destinado ao aparado que ocupa militarmente, etc.
Assim, ao invés de imitarmos a população estadunidense que deu apoio às tropas que invadiram o Iraque contra o inimigo Saddam Hussein, e depois, viu a farsa da inexistência de nenhum dos motivos que levaram Bush a fazer tal atrocidade, devemos nos perguntar: qual é a verdadeira guerra que está ocorrendo?
Ela é simplesmente uma guerra pela hegemonia no cenário geopolítico do crime na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.
As ações ocorrem no eixo ferroviário Central do Brasil e Leopoldina, expressão da compressão de uma das facções criminosas para fora da Zona Sul, que vem sendo saneada, ao menos na imagem, para as Olimpíadas. "
Justificar massacres, como o de 2007, nas vésperas dos Jogos Pan Americanos, no complexo do Alemão, no qual ficou comprovada, pelo laudo da equipe da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, a existência de várias execuções sumárias é apenas uma cortina de fumaça que nos faz sustentar uma guerra ao terror em nome de um terror maior ainda, porque oculto e hegemônico.
Ônibus e carros queimados, com pouquíssimas vítimas, são expressões simbólicas do desagrado da facção que perde sua hegemonia buscando um novo acordo, que permita sua sobrevivência, afinal, eles não querem destruir a relação com o mercado que o sustenta.
A farsa da operação de guerra e seus inevitáveis mortos, muitos dos quais sem qualquer envolvimento com os blocos que disputam a hegemonia do crime no tabuleiro geopolítico do Grande Rio, serve apenas para nos fazer acreditar que ausência de conflitos é igual à paz e ausência de crime, sem perceber que a hegemonização do crime pela aliança de grupos criminosos, muitos diretamente envolvidos com o aparato policial, como a CPI das Milícias provou, perpetua nossa eterna desgraça: a de acreditar que o mal são os outros.
Deixamos de fazer assim as velhas e relevantes perguntas: qual é a atual política de segurança do Rio de Janeiro que convive com milicianos, facções criminosas hegemônicas e área pacificadas que permanecem operando o crime? Quem são os nomes por trás de toda esta cortina de fumaça, que faturam alto com bilhões gerados pelo tráfico, roubo, outras formas de crime, controles milicianos de áreas, venda de votos e pacificações para as Olimpíadas? Quem está por trás da produção midiática, suportando as tropas da execução sumária de pobres em favelas distantes da Zona Sul? Até quando seremos tratados como estadunidenses suportando a tropa do bem na farsa de uma guerra, na qual já estamos há tanto tempo, que nos faz esquecer que ela tem outra finalidade e não a hegemonia no controle do mercado do crime no Rio de Janeiro?
Mas não se preocupem, quando restar o Iraque arrasado sempre surgirá o mercado financeiro, as empreiteiras e os grupos imobiliários a vender condomínios seguros nos Portos Maravilha da cidade.
Sempre sobrará a massa arrebanhada pela lógica da guerra ao terror, reduzida a baixos níveis de escolaridade e de renda que, somadas à classe média em desespero, elegerão seus algozes e o aplaudirão no desfile de 7 de setembro, quando o caveirão e o Bope passarem.


Continua acreditando na Rede Engodo... continua !

55 comentários:

  1. Só não entendo porque a Rede Globo é que inventa a história. Record, SBT, Band e demais outras emissoras falam do mesmo assunto, e olhe que são concorrentes.

    ResponderExcluir
  2. Também não entendo Arthur, visto que a Record desde 7 horas da manhã de domingo transmitiu o "Tropa de Elite 3" à exaustão!! Parem com essa besteira de Globo e prestem mais atenção no pastor!!!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Putz!! Quanta abobrinha!! Tb já comecei a escutar estórias do tipo:"Mataram mais de 50 bandidos e a imprensa encobriu". Ainda perdi meu tempo lendo esse texto até o final.

    ResponderExcluir
  5. de que conto de fadas vc tirou essa historinha? para de falar besteira!

    ResponderExcluir
  6. Que estranha essa resenha hêin ?!

    Pelo autor deixaríamos as favelas se pacificarem por si mesmas e tudo na mão dos traficantes mantendo uma falsa sensação de segurança e deixando todo o tipo de crime se perpetuar.

    Lamentável que seja um colega assim como no filme.

    Mas esse FDS foi digno de se chamar TROPA 3

    ResponderExcluir
  7. Teoria da conspiração.
    Angelus Lúcifer, que tal ?
    Sinistro né.
    Cara para com isso tá doidão ?

    ResponderExcluir
  8. Você viaja legal rapaz, quando você quer discutir, algo, você tem que ter base para falar isso. Você não possui nada além de especulaçoes e fofocas! Você ainda possui uma mente que brizola e garotinhos moldaram! quando você quiser discutir algo, traga provas! como fotos, trechos de conversa ou até mesmo autos! você não passa de um sensacionalista que tenta se auto promover através de acusaçoes não condizentes com a realidade!

    ResponderExcluir
  9. Quanta besteira, na verdade é difícil ler tanta besteira junta em poucas linhas.
    A porrada estancou, a bala comeu, a polícia do Rio mostrou o que a muitos anos o povo esperava,mostrou força e vontade para botar esses caras para correr.
    Se você achou isso errado o que era para fazer?? Deixar esses vagabundos por la??? e toda vez que eu passasse na linha amarela depois das 10 teria que passar tremendo??? A corrupção existe e o Cabral é um bundão, mas desta vez o Governador, o Prefeitos e todas as forças armadas estão de parabéns.
    "Faca na caveira e porrada na bandidagem"

    ResponderExcluir
  10. O cara exagerou um pouco, porem nao falou besteira. Sabemos todos que tirar os traficantes de la foi bom, porem, eles tirar os traficantes, mas as milicias vao entrar, é trocar 6 por meia dúzia. A idéia era boa da policia, mas nao temos só policiais bons, vcs viram que ja começaram as denuncias da população contra a policia.

    ResponderExcluir
  11. Pior, quem sofre são as crianças, veja aí:
    RIO PERIGOSO

    ResponderExcluir
  12. Quanta besteira junta...sempre tem um que quer ser o comunista da história...para de olhar um pouco de TV e sobe o morro pra ver a diferença;

    ResponderExcluir
  13. O grande fato que não é isso que vai parar a violência no rio, existe uma série de coisas à serem feitas para que a realidade dessas comunidades mudem, porém acho uma tremenda ignorância você dizer que está errado a ação conjunta das forças militares do Brasil. Não se deve existir milicías no poder, ainda mais tráficantes, a questão não é o que a globo ou qualquer outra emissora mostra, a questão é que tipo de cidadão você é, nada mais justo do que as pessoas dessa comunidade tenham segurança, e ela não deve ser feita pro criminosos.


    E para terminar com chave de ouro, por que você não vai tomar no seu cu seu playboy metido a bom samaritano, como você tem coragem de dizer: Guerra no rio, a VERDADE. Prove que o que você está falando é verdade, quem é você para dizer que esse monte de merda é verdade? Deve ser mais um trouxa querendo criar polêmica para que essa merda desse teu blog tenha mais visitas.

    ResponderExcluir
  14. seu pai é traficante! SÓ PODE!! Pelo amor de Deus.. usa um pouco essa tua cabeça pra outra coisa!! Não é tao dificil sair da frente da TV e "estudar" um pouco mais...
    vá ler um livro, vá estudar história, veja fatos e AÍ SIM tire uma conclusao sensata pra depos escrever um artigo/texto/etc.

    E pensar que algumas pessoas que são o Futuro do País pensam desta forma!

    ResponderExcluir
  15. Papo furado de Assistente Social. É FACA NA CAVEIRA!!! 762 no côco do vagabundo!!

    ResponderExcluir
  16. vish nego confunde filme com realidade, ta na hora de sair mais de casa e ver a verdadeira história

    ResponderExcluir
  17. Pessoal que ta xingando o blog, deveriam ter notado que ele postou a fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro.

    http://www.ufrrj.br/portal/modulo/home/noticia.php?noticia=1864

    Quem disse que o cara tem que estudar e ler um livro de história. Bom, quem falou isso duvido que tenha tido essa iniciativa.

    ResponderExcluir
  18. Eu concordo com o autor... na verdade foi muito bom tirar o traficantes da favela, mas e agora? O tráfico de drogas é uma atividade muito rentável, então alguém vai querer ganhar com isso. E já sabemos quem vai ganhar com isso: quem está cuidando da favela. Amigos, já vi que muitos de vocês são facilmente manipulados pela mídia. Essa ideia de que "agora estamos livres, estamos em paz" que a mídia passa pra você parece conto de fadas. Acredita nisso quem é "Alienado". Pode ter certeza que quem tá lá em cima, os poderosos, não dão a mínima para os favelados. Esses poderosos estão é preocupados em "limpar" o Rio para mostrarem aos gringos que a cidade é Maravilhosa, visando as Olimpíadas e a Copa de 2014. Além de estarem fazendo os seus "currais eleitorais" para as próximas eleições. Também tem-se a especulação imobiliária, pois sabemos que as visões mais bonitas do Rio são as dos altos dos morros. Não dou 10 anos para a elite da Zona Sul estarem subindo o morro com suas mansões e seu grandes prédios. Então essa galera aí que se diz "Culta", mandando o autor estudar, são os mais "Zé Ruela" capachos da mídia. São tipos de pessoas que passam o dia inteiro olhando pro próprio umbigo e só sabem que a favela existe quando passam na Globo ou Record ou qualquer outra emissora (pois pra mim são farinhas do mesmo saco). Daí acontece o que aconteceu: elegermos um "palhaço" com mais de 1.300.000 votos.
    "ABRE O OLHO ABESTADO"

    ResponderExcluir
  19. Quanta besteira. O autor do texto levou o filme Trope de Elite 2 muito a risca.

    ResponderExcluir
  20. Nao conhece a realida e fala bobagem!!! Papinho hipocrita de maconheiro, filinho de papai q qr banca uma de humanista!!!
    DIREITOS HUMANOS PARA HUMANOS DIREITOS!!! Pro resto, chumbo!!!

    ResponderExcluir
  21. Cara! essa coisa de "teoria da conspiração" e "o inimigo agora é outro" nem cola mais, o tráfico É REAL e independente de quem o pratica, tem que ser erradicado da sociedade, PORÉM, enquanto houverem nóias como muitos que aqui postam seus "pensamentos" esse câncer da sociedade que se chama DROGA nunca acabará... ...Leis anti-tabagismo, "anti-usuários" de drogas, anti-alcool, poderiam muito bem acabar com metade dos problemas, valeu!!!

    ResponderExcluir
  22. Rapaz, "Quem quer rir, tem que fazer rir, parceiro". Agora com a instalação das UPP's é "Fifty Fifty. copiou"?

    ResponderExcluir
  23. Pegasse um grandão lá do Judiciário, juntava com o exército e dava um golpe de Estado, colocando o País em Lei marcial até que eliminassem todo e qualquer foco de: prostituição, tráfico, politicagem e cartel. Talvez resolvesse 5% da situação atual.

    ResponderExcluir
  24. Percebi aqui muita hipocrisia e paixão nos comentários.
    Não existe o maniqueismo que vocês estão a propagar e discutir. O texto é bem elaborado, porém não é ideal para se ter uma idéia sensata ou realizar uma crítica acerca do assnto. na mesma linha do autor do texto esta também o texto do Luiz Eduardo Soares, que falou sobre o assunto ontem no Roda Viva: http://luizeduardosoares.blogspot.com/2010/11/crise-no-rio-e-o-pastiche-midiatico.html

    Entratanto temos que buscar difernetes fontes e analiá-las coerentemente para termos uma ideia (vejam bem: UMA IDEIA)acerca do que está se passando no Rio.

    ResponderExcluir
  25. @Arox

    Aí resolve perder mais tempo comentando... inteligente, vc! Não?

    ResponderExcluir
  26. É infantilidade acreditar que depois das forças armadas saírem a PAZ no Rio finalmente chegará, as milicias são muito pior que os traficantes, cobram taxas de todos, não exploram apenas os usuários, mas comerciantes e população. São bandidos com distintivos, armados e com permissão da lei. Agora teremos que esperar um conflito entre forças armadas contra policias. E ainda há quem comemore!

    ResponderExcluir
  27. @landisfilho Um comentário nutritivo... de alguém que pensa! Animador!

    ResponderExcluir
  28. @dough O "gênio", o autor do texto só estudou o tema por 4 anos! Além de ser professor da UFRRJ, se não me engano. Serei eu que tenho que sair da frente da TV e estudar ? Hein?

    ResponderExcluir
  29. @Luzes Ok... e a situação chegou a tal ponto por que? Pela "grande eficiência" dos governos?

    ResponderExcluir
  30. @gustavo Angelus Lucifer ficaria até bom! Mas não daria o efeito irônico que pacifer dá. Certamente não sabe o significado de lucifer. E muito menos de pacifer, né?

    ResponderExcluir
  31. @coisasdomundo Quando vc aprender a ler, verá que a fonte do texto está no fim do post.

    ResponderExcluir
  32. @Sérgio Pois é camarada! Em 64, também aplaudiram os militares... e viu no que deu!

    ResponderExcluir
  33. Meu Deus!

    Meu caro....
    E voce quer o que?
    Que os traficantes façam o que der na telha?
    Que simplesmente cruzemos os braços?
    Voce acha que o que a policia faz é crueldade?
    E o que os traficantes e criminosos fazem com as pessoas honestas? Nao deve ser levado em conta?

    Se vai ter um efeito bom ou ruim
    Pra mim a policia serve pra fazer exatamente o que esta fazendo agora...
    Procurar bandidos e ameaças a sociedade, e neutralizar o poder deles


    Agora se a sociedade tá podre...Se jesus vai voltar...se papai noel vem no final do ano...são coisas q nao quero saber

    O melhor pra mim já estao fazendo, que é acabar um pouco com esse poder paralelo

    ResponderExcluir
  34. Todos vocês que se posicionaram contra a operação militar nos morros
    cariocas podem e devem fazer algo para acabar com o tráfico!
    É simples; 1- Parem de fumar maconha.
    2 - Parem de cheirar cocaína nas festinhas de intelectualóides que voces costumam ir.
    3 - Parem de achar uma bobagem criminalizar a maconha e cheirar um pouquinho de coca e fumar pedra não tem mal algum.
    4 - Parem de achar que esse problema não é causado por voces membros da burguesia.
    5 - E por último: Parem de ir ao morro para comprar drogas, fiquem caretas!

    ResponderExcluir
  35. Todos vocês que se posicionaram contra a operação militar nos morros
    cariocas podem e devem fazer algo para acabar com o tráfico!
    É simples; 1- Parem de fumar maconha.
    2 - Parem de cheirar cocaína nas festinhas de intelectualóides que voces costumam ir.
    3 - Parem de achar uma bobagem criminalizar a maconha e cheirar um pouquinho de coca e fumar pedra não tem mal algum.
    4 - Parem de achar que esse problema não é causado por voces membros da burguesia.
    5 - E por último: Parem de ir ao morro para comprar drogas, fiquem caretas!

    ResponderExcluir
  36. Bom, boa parte de quem comentou provavelmente mora no rio ou bem próximo. Moro beeem longe do estado do Rio e vou deixar aqui a impressão que passou-se pela TV: O que a gente aqui de fora viu é que se fez um 'limpa', e que agora tudo terminou em paz e tranquilidade. Mas que tranquilidade é essa que sempre os traficantes era a desgraça do rio e de repente eles fogem como se fossem marquinhas??? Como uma ação de tal porte esperada pra ser como uma 'guerra' em sentido bem amplo, vira uma meia duzia de corpos e uma paz que chega a assustar? Assisti tropa de elite 3 e não pensem que isso só acontece no rio...após a alta divulgação do filme aqui no meu estado borbulhou as falcatruas da PM e o governo do estado, derrotado nas reeleiçoes...pra vcs verem que as 'milicias' associadas ao governo estão presentes não só no Rio, mas no pais inteiro. A conclusão disso tudo?? Acho que foi tranquilo demais...pacífico demais...Aqueles que acreditam que o autor do texto não 'sabe nada' passem a analisar se os 'bandidos' vão deixar tal prejuízo 'impune'...Se tudo não for uma farsa, uma historinha pra boi dormir e acreditar que o Governo-herói libertou a população, aguardem porque chumbo grosso vem por aí...

    ResponderExcluir
  37. Primeiro me apresentando somos colegas (sou antropólogo)...

    Com certeza, a problemática vai muito além desse dualismo "bem" e "mal", mas devemos ter algumas coisas em mente quanto ao que está "acontecendo":

    1º- Qual a alternativa? Deixar as facções do tráfico nas favelas e esperar que com o tempo tudo mude?

    2º-Imaginar, ingenuamente, que uma modificação na educação provoque mudanças frente a ameaças visseráis da violência?

    3º-Imaginário estadunidense - porque essa americanofobia???

    Infelizmente, em uma situação onde facções se opõe ao Estado de tal forma que grupos potentes são ativos contra qualquer forma societária aceita, seja ela política, econômica, mesmo estética, não vejo saída ao Estado senão uma reação maquiavélica.

    Não vejo como implantar um sistema social mais justo sem a remoção sistemática desses elementos violentos e anti-estatais.

    Me desculpe, acredito que o "buraco" é mais embaixo, mas, não chegaremos no cerne sem passar por isso que se vivencia agora.

    ResponderExcluir
  38. @Angelus Pacifer
    Concordo com você Angelus! Abraço hermano!

    ResponderExcluir
  39. Primeiro me apresentando somos colegas (sou antropólogo)...

    Com certeza, a problemática vai muito além desse dualismo "bem" e "mal", mas devemos ter algumas coisas em mente quanto ao que está "acontecendo":

    1º- Qual a alternativa? Deixar as facções do tráfico nas favelas e esperar que com o tempo tudo mude?

    2º-Imaginar, ingenuamente, que uma modificação na educação provoque mudanças frente a ameaças visseráis da violência?

    3º-Imaginário estadunidense - porque essa americanofobia???

    Infelizmente, em uma situação onde facções se opõe ao Estado de tal forma que grupos potentes são ativos contra qualquer forma societária aceita, seja ela política, econômica, mesmo estética, não vejo saída ao Estado senão uma reação maquiavélica.

    Não vejo como implantar um sistema social mais justo sem a remoção sistemática desses elementos violentos e anti-estatais.

    Me desculpe, acredito que o "buraco" é mais embaixo, mas, não chegaremos no cerne sem passar por isso que se vivencia agora.

    ResponderExcluir
  40. Bom, boa parte de quem comentou provavelmente mora no rio ou bem próximo. Moro beeem longe do estado do Rio e vou deixar aqui a impressão que passou-se pela TV: O que a gente aqui de fora viu é que se fez um 'limpa', e que agora tudo terminou em paz e tranquilidade. Mas que tranquilidade é essa que sempre os traficantes era a desgraça do rio e de repente eles fogem como se fossem marquinhas??? Como uma ação de tal porte esperada pra ser como uma 'guerra' em sentido bem amplo, vira uma meia duzia de corpos e uma paz que chega a assustar? Assisti tropa de elite 3 e não pensem que isso só acontece no rio...após a alta divulgação do filme aqui no meu estado borbulhou as falcatruas da PM e o governo do estado, derrotado nas reeleiçoes...pra vcs verem que as 'milicias' associadas ao governo estão presentes não só no Rio, mas no pais inteiro. A conclusão disso tudo?? Acho que foi tranquilo demais...pacífico demais...Aqueles que acreditam que o autor do texto não 'sabe nada' passem a analisar se os 'bandidos' vão deixar tal prejuízo 'impune'...Se tudo não for uma farsa, uma historinha pra boi dormir e acreditar que o Governo-herói libertou a população, aguardem porque chumbo grosso vem por aí...

    ResponderExcluir
  41. Meu Deus!

    Meu caro....
    E voce quer o que?
    Que os traficantes façam o que der na telha?
    Que simplesmente cruzemos os braços?
    Voce acha que o que a policia faz é crueldade?
    E o que os traficantes e criminosos fazem com as pessoas honestas? Nao deve ser levado em conta?

    Se vai ter um efeito bom ou ruim
    Pra mim a policia serve pra fazer exatamente o que esta fazendo agora...
    Procurar bandidos e ameaças a sociedade, e neutralizar o poder deles


    Agora se a sociedade tá podre...Se jesus vai voltar...se papai noel vem no final do ano...são coisas q nao quero saber

    O melhor pra mim já estao fazendo, que é acabar um pouco com esse poder paralelo

    ResponderExcluir
  42. @coisasdomundo Quando vc aprender a ler, verá que a fonte do texto está no fim do post.

    ResponderExcluir
  43. É infantilidade acreditar que depois das forças armadas saírem a PAZ no Rio finalmente chegará, as milicias são muito pior que os traficantes, cobram taxas de todos, não exploram apenas os usuários, mas comerciantes e população. São bandidos com distintivos, armados e com permissão da lei. Agora teremos que esperar um conflito entre forças armadas contra policias. E ainda há quem comemore!

    ResponderExcluir
  44. Cara! essa coisa de "teoria da conspiração" e "o inimigo agora é outro" nem cola mais, o tráfico É REAL e independente de quem o pratica, tem que ser erradicado da sociedade, PORÉM, enquanto houverem nóias como muitos que aqui postam seus "pensamentos" esse câncer da sociedade que se chama DROGA nunca acabará... ...Leis anti-tabagismo, "anti-usuários" de drogas, anti-alcool, poderiam muito bem acabar com metade dos problemas, valeu!!!

    ResponderExcluir
  45. Eu concordo com o autor... na verdade foi muito bom tirar o traficantes da favela, mas e agora? O tráfico de drogas é uma atividade muito rentável, então alguém vai querer ganhar com isso. E já sabemos quem vai ganhar com isso: quem está cuidando da favela. Amigos, já vi que muitos de vocês são facilmente manipulados pela mídia. Essa ideia de que "agora estamos livres, estamos em paz" que a mídia passa pra você parece conto de fadas. Acredita nisso quem é "Alienado". Pode ter certeza que quem tá lá em cima, os poderosos, não dão a mínima para os favelados. Esses poderosos estão é preocupados em "limpar" o Rio para mostrarem aos gringos que a cidade é Maravilhosa, visando as Olimpíadas e a Copa de 2014. Além de estarem fazendo os seus "currais eleitorais" para as próximas eleições. Também tem-se a especulação imobiliária, pois sabemos que as visões mais bonitas do Rio são as dos altos dos morros. Não dou 10 anos para a elite da Zona Sul estarem subindo o morro com suas mansões e seu grandes prédios. Então essa galera aí que se diz "Culta", mandando o autor estudar, são os mais "Zé Ruela" capachos da mídia. São tipos de pessoas que passam o dia inteiro olhando pro próprio umbigo e só sabem que a favela existe quando passam na Globo ou Record ou qualquer outra emissora (pois pra mim são farinhas do mesmo saco). Daí acontece o que aconteceu: elegermos um "palhaço" com mais de 1.300.000 votos.
    "ABRE O OLHO ABESTADO"

    ResponderExcluir
  46. seu pai é traficante! SÓ PODE!! Pelo amor de Deus.. usa um pouco essa tua cabeça pra outra coisa!! Não é tao dificil sair da frente da TV e "estudar" um pouco mais...
    vá ler um livro, vá estudar história, veja fatos e AÍ SIM tire uma conclusao sensata pra depos escrever um artigo/texto/etc.

    E pensar que algumas pessoas que são o Futuro do País pensam desta forma!

    ResponderExcluir
  47. O grande fato que não é isso que vai parar a violência no rio, existe uma série de coisas à serem feitas para que a realidade dessas comunidades mudem, porém acho uma tremenda ignorância você dizer que está errado a ação conjunta das forças militares do Brasil. Não se deve existir milicías no poder, ainda mais tráficantes, a questão não é o que a globo ou qualquer outra emissora mostra, a questão é que tipo de cidadão você é, nada mais justo do que as pessoas dessa comunidade tenham segurança, e ela não deve ser feita pro criminosos.


    E para terminar com chave de ouro, por que você não vai tomar no seu cu seu playboy metido a bom samaritano, como você tem coragem de dizer: Guerra no rio, a VERDADE. Prove que o que você está falando é verdade, quem é você para dizer que esse monte de merda é verdade? Deve ser mais um trouxa querendo criar polêmica para que essa merda desse teu blog tenha mais visitas.

    ResponderExcluir
  48. O cara exagerou um pouco, porem nao falou besteira. Sabemos todos que tirar os traficantes de la foi bom, porem, eles tirar os traficantes, mas as milicias vao entrar, é trocar 6 por meia dúzia. A idéia era boa da policia, mas nao temos só policiais bons, vcs viram que ja começaram as denuncias da população contra a policia.

    ResponderExcluir

Ô, manolo !
Faça comentários relativos ao post. Ok?