10 de set de 2006

Leia o trecho da carta de Gabriel Padilla

Muito emocionado, o pai de jovem morta tragicamente nas ruas do Rio de Janeiro após um acidente de automóvel. Leia um trecho:"Um pedaço de mim foi arrancado do meu peito, para sempre, ao ver minha filha inerte sob um plástico preto. Quem eu embalei com imensa alegria e amor na sala de parto, em sua chegada, agora estava sem vida em meus braços, na sua partida. Meu filho mais velho perdeu uma irmã companheira e minhas pequenas filhas gêmeas, ainda sem compreender a morte, perderam o referencial da irmã mais velha. Quanto a nós, pais, foram-se os sonhos de ver crescer os filhos de nossa filha. Por mais que cuidamos, eles são com água na mão em forma de concha, sempre escapam!”
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ô, manolo !
Faça comentários relativos ao post. Ok?