30 de set de 2006

Boeing da Gol caiu em terra indígena

A Fundação Nacional do Índio (Funai) confirma que o avião Boeing 737-800 da Gol caiu nessa sexta (29) dentro da terra indígena Capoto Jarina, acima do Parque do Xingu e abaixo da Terra Kayapó, todas áreas contínuas homologadas. A área está localizada no norte do Mato Grosso entre os rios Xingu e Jarina, cerca de 200 quilômetros a oeste do município de Peixoto de Azevedo e da rodovia BR-163.

Segundo a direção da empresa aérea Gol, a localização exata do acidente é 10 graus e 29 minutos Sul e 53 graus e 15 minutos Oeste. O avião que fazia o vôo 1907, de Manaus para o Rio de Janeiro, caiu em uma área de difícil acesso, em meio de floresta fechada. Dois pára-quedistas da Aeronáutica foram lançados de uma aeronave para avaliar a área e preparar uma pista de pouso.

De acordo com o 9º Comando de Policiamento de Área de Peixoto de Azevedo, no Mato Grosso, a distância tanto de Peixoto de Azevedo quanto de Matupá, uma cidade vizinha, é de cerca de 200 km do local do acidente. Isso seria o equivale a cerca de cinco horas de caminhonete em estrada de terra. As duas cidades, Peixoto de Azevedo estão distantes cerca de oito quilômetros. Pelo menos 30 policiais do Mato Grosso acompanham o resgate de sobreviventes e corpos das vítimas.

O Comando da Aeronáutica informou que dois militares especializados em busca e resgate desceram, por volta das 14 horas, em uma área próxima aos destroços do avião da Gol que caiu ontem (29) no Mato Grosso. O acesso é difícil e os militares tentam abrir uma clareira na densa vegetação para facilitar a operação com helicópteros. Dois pára-quedistas também foram lançados de uma aeronave para avaliar a área e preparar uma pista de pouso, segundo nota oficial.

A Aeronáutica informou que estão envolvidos na operação cinco helicópteros, quatro aviões e uma aeronave com UTI aérea, que aguarda para fazer resgate na região da Serra do Cachimbo. Uma comissão que vai investigar as causas do acidente já está no local. A Aeronáutica afirmou também que ainda não é possível adiantar informações a respeito de possíveis sobreviventes. Havia 155 pessoas a bordo.

Fonte: Agência Brasil

Um comentário:

Ô, manolo !
Faça comentários relativos ao post. Ok?