18 de ago de 2006

Parceria daria US$ 100 milhões ao Flamengo

O Presidente Márcio Braga já começou a ser mexer para formar um grande elenco para a disputa da Taça Libertadores da América do ano que vem. O dinheiro para as contratações do sonho do presidente, que incluem Ronaldo, o Juan e o Riquelme, viria de um fundo de investimentos europeu representado pelo israelense Niv Zigdor. O modelo buscado pelo dirigente rubro-negro e diferente do que foi adotado pelo Corinthians quando se associou a MSI, o Flamengo que evitar a guerra de poder que existe no parque São Jorge. Inicialmente o investimento seria algo em torno de US$ 100 milhões, que o clube usaria na construção de um estádio na Gávea e na contratação de jogadores. A parceria a principio parece bem simples, o Flamengo entraria com os seus ativos financeiros e os investidores com o capital. Com isso, o Rubro-Negro teria total controle sobre as atividades do clube. Márcio Braga revelou ainda que o grupo de Pini Zahavi, um dos principais empresários europeus, e o grupo inglês Jack Dellal estão negociando para injetar capital e ajudar na contratação de jogadores. O projeto já foi apresentado ao conselho que espera agora o término da auditoria terminar o levantamento dos bens do clube e dos investidores para levá-lo a votação. Um possível empecilho poderia ser a venda que sede do morro da viúva, onde seria construído um luxuoso hotel. Enquanto a diretoria espera, o empresário Niv Zigdor pede mais agilidade ao processo, pois não pretende fiar com o capital parado esperando a decisão rubro-negra. Mais detalhes no site Oficial do Clube www.flamengo.globo.com

Um comentário:

  1. Mengooooooooooooooooo!!!!!!
    Pow se for verdade msm tomara q dê certo!!!!
    Dá-lhe Mengo!!
    Saudações Rubro-Negras!!!

    ResponderExcluir

Ô, manolo !
Faça comentários relativos ao post. Ok?