7 de fev de 2014

A origem das notas musicais ♫




E aí, marujos ! Sabe as notas musicais ?! Já pensou de onde saíram os nomes das notas, por que o ré, por exemplo, se chama assim ? 

Até ± o século X, pra saber uma como uma música era ouvi-la sendo cantada(ou tocada). A letra, dava pra escrever mas a melodia... só ouvindo mesmo ! Como isso dava muita merda não era muito adequado, foram colocando uns sinais, umas marcações nas letras das canções (neumas). Assim ficava menos pior !

As neumas são as marcas sobre as palavras

No fim do século IX, um monge, Hucbaldo, teve a brilhante ideia de pôr 4 linhas sobre as letras organizando melhor as neumas. O que facilitou muito a vida dos músicos. Mais tarde, as neumas ficaram cada vez menos parecidas com rabiscos. E foram se "transformando" em notas.

Os nomes das notas surgem de um "macete" do beneditino Guido d'Arezzo. O monge pegou as iniciais do hino a São João Batista (da 1ª estrofe, no caso), cantada na véspera do dia do santo. A letra, em latim, é: 
Ut queant laxis / Resonare fibris / Mira gestorum/Famuli tuorum / Solve polluit / Labii reatum / Sancti Ioannes.

Veja que o nome das notas são as primeiras sílabas dos versos. O "dó" foi introduzido por Giovanni batista Doni, no século XVII. Por ser mais fácil para solfejar do que ut .

E daí vieram os nomes das notas como conhecemos ! Vale lembrar que o "macete" de D'Arezzo acabou com as neumas e fez surgirem as notas musicais. 

Dois monges medievais revolucionaram a música. E ainda dizem que a Igreja era retrógrada, que o medievo foi a "Idade das Trevas" ! 


Eis o hino (inteiro) a São João Batista:



Fontes :






Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ô, manolo !
Faça comentários relativos ao post. Ok?