10 de jan de 2008

Sol, água de coco e Internet !


A cobertura inicial será colocada em prática nas imediações da praia, mas se estenderá ao resto do bairro nos próximos meses, explicou a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia em comunicado.

A rede ficará disponível não apenas para os moradores, mas também para turistas e qualquer pessoa que quiser se conectar com seu computador pessoal ou portátil.

O Governo fluminense quer que a cobertura se estenda a todo o estado em 18 meses, o que suporia investimento total de cerca de R$ 40 milhões.

O secretário Alexandre Cardoso explicou na nota que a implantação dessa "tecnologia de ponta" vai trazer benefícios para várias áreas, como "turismo, segurança, ensino e comércio".

"Será possível, por exemplo, para um pequeno comerciante comprar e vender seus produtos pela rede, diminuindo, dessa forma, seus custos em até 20%", argumentou. EFE mp fr


Comentário do Angelus: Para variar, aqui no Rio como em qualquer lugar do mundo, as coisas boas sempre vão primeiro para onde menos se precisa delas. Evidentemente uma coisa dessa tinha que ser testada e começar a ser usada na zona Sul (para quem não conhece a cidade, a zona sul é a parte bilhardária da capital, mostrada nas novelas, nos filmes e etc). Mas pelo menos até que tem algum sentido afinal a maioria das pessoas que possui computadores portáteis mora ou freqüenta tais paragens. Não é preciso ser muito inteligente para saber que o próximo lugar a ser "abençoado" será a Barra da Tijuca (onde estão os emergentes, os novos ricos encastelados em seus feudos enquanto suas "crianças" estão espancando empregadas na rua ou estão enchendo o rabo de ecstasy em "raves"). Enquanto isso os reles mortais moradores doutras regiões da capital temos que pagar pela banda larga. E não é pouco não! (E quem não mora na capital paga mais, muito mais. Por exemplo: eu pago x reais po 2 mega de velocidade. Quem mora no centro da cidade de Niterói, que fica a uns 10 ou 15 minutos do centro da cidade do Rio, paga 2x por 1 mega) Segundo a reportagem em 1,5 ano todo estado será agraciado pela banda larga sem fio grátis. Ficam algumas perguntas: - A Telemar, Oi, sei lá o nome que tem agora, que praticamente monopoliza o serviço de banda larga, vai ficar a ver navios? Quem pagará seus "prejuízos"?
- Será essa rede sem fio melhor que a com fio? Já que a diferença entre via TV a cabo e via telefone (Velox) é bem grande. Conheço muitas pessoas que tem Velox que não a trocariam pela banda larga via tv a cabo, mesmo pagando menos.
- 40 milhões! É dinheiro pra c... lho! Não poderia ser usado para outra coisa mais útil?

6 comentários:

  1. eu achei boa a idéia. ao invés de criticar as coias boas, tentando aplicá-las em outras coisas boas, pq não reclamamos do dinheiro gasto com coisas realmente ruins?

    o rio de janeiro continua lindo..
    aquele abraço paulistano :*

    ResponderExcluir
  2. Hum...
    Acho que não deve se criticar competamente, pode ser algo bom..mas concordo que poderia ser melhor aplicada...

    ResponderExcluir
  3. aqui no meu interior estão c a promess a tb de cobrir a cidade toda.... idéia bem positiva....

    legal seria tb cobrir toda a cidade c atendimento à saúde, com segurança e etc...

    ResponderExcluir
  4. quem vai pra praia usar a internet?

    ResponderExcluir
  5. ah, obrigado pelo elogio...
    obrigado mesmo...


    e seu texto realmente levanta polemica; é até mais seguro não opinar...
    até mais

    ResponderExcluir
  6. Todos nós adoramos ir à praia pra ler emails, não? Principalmente os turistas, não? Quem vai adorar a novidade são os traficantes. O mercado negro agora vai oferecer laptops! Importado, recém-adquirido, com Windows Vista e leitor de cartão 4 em 1 ! 1000 reais, vai querer? Compra aí tio, que a sua grana vai financiar a mina boca de fumo, otário!

    Essa é, sem dúvida, a burrice do ano. Acho que a UERJ devia estar mais preocupada era com alguma coisa mais útil, como por exemplo o acesso dos alunos egressos do ensino médio ao ensino superior, que é sem dúvida a pedra angular do tripé ensino-pesquisa-extensão.

    Aqui na UFPE existe uma antena wi-fi em teste, mas cobre apenas a área do campus. Seria até justo ampliar o sinal e estender a cobertura par aoutras áreas da cidade, mas certamente não para a orla de Boa Viagem. Quem vai usar internet na praia, os tubarões?

    PQP.

    ResponderExcluir

Ô, manolo !
Faça comentários relativos ao post. Ok?