18 de dez de 2006

Cannavaro é eleito o melhor jogador


ZURIQUE (Reuters), 18 de dezembro - O capitão da seleção italiana campeã mundial, Fabio Cannavaro, foi eleito pela Fifa o Melhor Jogador do Ano nesta segunda-feira (18).O zagueiro de 33 anos do Real Madrid ficou à frente do francês Zinedine Zidane e do brasileiro Ronaldinho Gaúcho, segundo e terceiro colocados respectivamente, em uma votação de técnicos e capitães das seleções nacionais.Ronaldinho havia ficado com o prêmio nos dois anos anteriores.Cannavaro, primeiro defensor a conquistar o troféu nos 16 anos de história da premiação, já conquistou este ano também o prêmio de Melhor Jogador de Futebol da Europa, que recebeu da revista France Football no mês passado."A disputa foi assustadora, foi muito forte", disse Cannavaro na cerimônia de entrega do prêmio numa casa de ópera de Zurique."Depois de vencer a Copa do Mundo e o prêmio de Melhor Jogador do Ano na Europa também, acho que não posso pedir mais nada.""Não é comum que um defensor esteja sentado ao lado de Ronaldinho e Zinedine Zidane, que fazem coisas maravilhosas a temporada toda, então vejo como uma vitória apenas estar aqui".Cannavaro homenageou Zidane, seu predecessor na camisa número 5 do Real e escolha controversa na lista de indicados para o prêmio após sua expulsão na final da Copa do Mundo.GRANDE JOGADOR"Quando eu vim para o Real, todos me perguntaram o que significava usar a mesma camisa", disse o italiano. "Só posso dizer agora o que disse na época, é uma honra vestir o mesmo número de um grande jogador".Como Zidane, Cannavaro também esteve envolvido em uma controvérsia neste ano, quando ajudou a Juventus a conquistar o segundo título seguido do Campeonato Italiano. Entretanto, a conquista foi retirada da equipe, que ainda foi rebaixada pelo envolvimento em um escândalo de manipulação de resultados.O título da Copa do Mundo foi conquistado com essa investigação como pano de fundo, e Cannavaro chegou para o Mundial enfrentando críticas depois de ter defendido o ex-gerente-geral da Juventus, Luciano Moggi, que estava no centro do escândalo.A indicação dele para os prêmios de Melhor da Europa e de Melhor do Mundo também foi criticada, com vários técnicos e jogadores argumentando que ela se devia mais ao desempenho da Itália em um mês do que às suas conquistas em clube e na seleção durante o ano.Apesar de não ter conquistado o prêmio pela terceira vez consecutiva e da decepção de ter perdido o Mundial Interclubes para o Internacional no domingo, Ronaldinho manteve o sorriso."É um privilégio estar sentado aqui ao lado de Cannavaro", disse o meia-atacante do Barcelona."Eu já me sinto como um vencedor porque a indicação é um prêmio pela minha carreira até agora. Agora só quero ajudar a minha equipe e de uma maneira que eu possa voltar a Zurique todos os anos."Entre as mulheres, a atacante brasileira Marta foi eleita a melhor jogadora do mundo em 2006. "Primeiro quero agradecer a Deus por tudo que consegui até agora, e aos meus familiares, às companheiras de clube e de seleção. Quero dizer que vou continuar trabalhando firme para voltar aqui mais vezes", disse Marta, chorando, após receber o prêmio.Marta, de 20 anos, conquistou o prêmio pela primeira vez em sua terceira indicação consecutiva entre as três melhores do mundo. Em 2005, ela ficou com a segunda posição, sendo vencida apenas pela alemã Birgit Prinz.A brasileira superou a norte-americana Kristine Lilly, de 35 anos, e a alemã Renate Lingor, 31, segunda e terceira colocadas, respectivamente, na eleição anunciada nesta segunda.Nesta temporada, Marta liderou o clube sueco Umea IK na campanha rumo à quarta final da Copa da Uefa, que será decidida contra o Arsenal, tendo marcado sete gols em sete partidas na competição.Por Mark Ledsom

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ô, manolo !
Faça comentários relativos ao post. Ok?