30 de nov de 2006

Orkut monitorado pela PF

O Google do Brasil criou uma ferramenta que permite à Polícia Federal vasculhar dados do Orkut e até retirar do ar páginas com "possíveis práticas de crimes" sem a necessidade de determinação judicial. A medida já está em funcionamento há três meses é uma resposta às acusações do Ministério Público Federal de que a empresa esteja sonegando informações sobre criminosos da internet.Os policiais do setor de crimes cibernéticos podem navegar como "usuários especiais" e com isso têm acesso aos dados dos internautas, como o IP, que é o código que identifica o computador.Ao detectar alguma comunidade suspeita de praticar crimes, como racismo ou pedofilia, os policiais emitem um alerta ao Google, a página é retirada do ar e em seu lugar é colocado um aviso com o símbolo da PF.Mesmo com essa ferramenta, o sigilo do usuário é armazenado pela empresa até que a Justiça autorize o uso.
Nem a Polícia Federal e nem o Google divulgaram quantas páginas já foram retiradas do ar até o momento.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ô, manolo !
Faça comentários relativos ao post. Ok?