30 de out de 2006

Rouba mas faz

----Ontem a foi consolidada a política do rouba mas faz. A reeleição do presidente Lula com mais de 50 milhões de votos após toda a corrupção explícita do seu governo mostrou isso. Não que o candidato rival de fosse melhor do que Lula,( pois não o é só comparar o programa de governo de ambos ) mas depois de tudo que ele fez, aliás não fez. Depois de ter dito não saber de nada que seus subordinados faziam. Sem contar o fato de praticamente ter transformado o Planalto num diretório do PT e apinhar a máquina estatal de seus amiguinhos corruptos.
----Você deve estar perguntando: o que além de roubar, mentir e deixar a economia estática, morta, ele fez? O Bolsa Família (melhortado, não instituído por ele) ajudou muitas pessoas de baixa ou nenhuma renda. Segundo análises essas pessoas que votaram nele e o conduziram a vitória. Ficaram com receio de que Alckmin não continuasse com o programa. Ou seja, entre um prato de comida e a ética preferiram, num pensamento egoísta e obtuso, o prato de comida. Repito é a consolidação da política do rouba mas faz, de escolher entre o ruim e o menos pior.
----Mas se não votarmos no menos pior votaremos em quem? Respondo com outra pergunta: você prefere ser morto esquartejado por cavalos ou numa fogueira? Certamente deve ter pensado: de nenhuma das duas formas. Por analogia isso se aplica a política, não é necessário escolher entre o ruim e o menos pior. Pode-se escolher a nenhum. Isto também é exercer o direito(no caso do Brasil, dever) democrático do voto.
----Contudo como já diz o ditado, não se deve chorar pelo leite derramado. Se graças a burrice, egoísmo ou comodismo das pessoas que usaram a urna como latrina votando desse jeito. Que não aprenderam com o que viram. Achar que os próximos 4 anos de mandato serão melhores ou diferentes do que os do anterior, seria o mesmo que esperar Papai Noel no Natal. Mas afinal de contas, o povo tem o governante que merece.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ô, manolo !
Faça comentários relativos ao post. Ok?