21 de set de 2006

'Tem gnt q iskrevi axim': Que língua é essa?

Olha o internetês aí, gente! Linguagem adotada na troca de mensagens por computador pode confundir a cabeça de quem ainda tropeça em grafias
Julia Contier
'Tem gnt q iskrevi axim'. Alguém sabe 'kiki ta contecendo?', ou melhor, tem gente que escreve assim, alguém sabe o que está acontecendo? Essa é a linguagem usada por algumas pessoas que acessam a internet para simplificar e acelerar a digitação, facilitando o bate-papo em tempo real.

É preciso se acostumar a essa linguagem. Andréa, de 10 anos, conta que quando ela se inscreveu no MSN não entendia o que as pessoas diziam. 'Eu chamava a minha irmã para me ajudar'.

A linguagem é bem diferente mesmo. A maioria das palavras é quase sempre abreviada. Beijo vira bj, também, tb, você, vc. Existem outras coisas engraçadas, o 'qu' se transformar em 'k', o 'ch' muda para 'x', assim como palavras com dois 's'.

O professor de Letras Modernas da USP, Leland McCleary, explica que algumas mudanças aconteceram porque antes não era possível acentuar as palavras no teclado, então o até virou ateh, o não virou naum e assim por diante.

Se por um lado existem milhares de crianças brasileiras sem acesso ao computador, por outro existem aquelas que já nascem plugadas. E o hábito de escrever sempre na internet, passar o dia inteiro no MSN, blog ou orkut, pode atrapalhar muita gente na escrita formal.

A professora Claudete, do Colégio Cidade de S. Paulo, percebe que as crianças acabam escrevendo o 'internetês' nos trabalhos digitados, mas a troca é rara quando é a escrita é manual.

E o que acha ela dessa nova escrita? 'Eu não me preocupo porque eles estão aprendendo os diferentes gêneros da escrita. Essa linguagem é permitida naquele universo e não aqui'. Ela faz uma ressalva: 'o papel do professor é orientar para os diferentes gêneros e não admiti-los em determinados momentos'.

O Estadinho esteve no Colégio de S. Paulo para conversar com os alunos da 4.ª série e saber como eles estão lidando com o 'internetês'.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ô, manolo !
Faça comentários relativos ao post. Ok?