12 de set de 2006

Montadora prepara carro de R$ 5 mil

A Tata Motors, maior indústria automobilística da Índia, vai lançar até o início de 2008 seu carro ultrapopular. O veículo é chamado de "carro de um lakh", preço equivalente a 100 mil rúpias ou US$ 2,2 mil (cerca de R$ 5 mil).

"O objetivo da Tata é fazer um carro que as famílias pobres possam comprar - será um carro robusto, seguro, sem sofisticação", disse ao Estado P M Telang, presidente da divisão de veículos comerciais e responsável pela fábrica de Pune. Hoje, não é incomum ver famílias inteiras - mãe, pai e três filhos - amontoados em cima de motos nas estradas da Índia.

O ultrapopular da Tata será um carro de quatro portas e com capacidade para cinco pessoas. Segundo relatos da imprensa local, a Tata está testando um motor de 700 a 800 cilindradas para seu novo modelo. O protótipo anterior que a montadora estava testando tinha um motor de 550 cilindradas, mas não era forte o suficiente para um carro com capacidade para cinco pessoas.

O objetivo é vender o ultrapopular no mercado doméstico e exportar para países em desenvolvimento similares à Índia, como o Brasil, diz Telang. De acordo com ele, o Brasil é um mercado atraente para a Tata, porque a empresa tem experiência em fabricar veículos que se adaptam às condições de países em desenvolvimento.

"Sabemos fazer veículos robustos, que se adaptam às condições das estradas, além de termos redes de distribuição de peças baratas", diz Telang. Segundo ele, a Tata está na "fase exploratória", estudando o mercado brasileiro.

"Como temos a parceria com a Fiat na área de veículos de passageiros e motores, poderia ser alguma coisa em parceria com eles, mas não temos nada confirmado", disse Telang.

Segundo o executivo, a Tata quer aumentar a participação da exportação no faturamento, dos atuais 11% para 25% em 5 anos. Os maiores importadores de carros e caminhões da companhia são a África do Sul e outros países da África e do Oriente Médio, além da Rússia.

A empresa assinou recentemente uma joint venture com a brasileira Marcopolo para produção de ônibus. A fábrica em Lucknow, ao norte de Delhi, deve começar a fabricar os ônibus Tata-Marcopolo dentro de um ano. "A associação com a Marcopolo vai dar mais sofisticação aos ônibus da Tata", diz K C Girotra, vice-presidente da divisão responsável pelos ônibus.

GRUPO

O Grupo Tata, fundado em 1968, é um dos maiores da Índia, com 93 empresas e faturamento de US$ 17,8 bilhões. No Brasil, o grupo iniciou atividades em 2002, com a Tata Consultancy Services (TCS), empresa de tecnologia da informação.

A TCS já opera com mil funcionários no Brasil, por meio de uma joint venture com o Grupo TBA. No ano passado, fechou um contrato de terceirização com o ABN Amro, um dos maiores já realizados no setor.


Patrícia Campos Mello
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ô, manolo !
Faça comentários relativos ao post. Ok?